Dicas bacaninhas sobre Nova York!

Você sabia que 50 milhões de turistas visitam a Cidade de Nova York por ano? Pois bem, muitos deles ainda não sabem que muitas lojas de departamento dão ótimos descontos para brasileiros e turistas. Basta estar com seu passaporte em mãos e pedir o delicioso desconto. Uau!!

Em Nova York existe um Outlet que fica cerca de 1 hora distancia de Manhattan, o Woodbury Outlet. Não preciso nem dizer que é um paraíso para compras, né? Só lembrando que ele, como muitos Oultlets dos Estados Unidos, ficam a céu aberto. Portanto, um passeios para lá num dia de chuva é furada.

Em Nova York esqueça o táxi. Sério mesmo! Ande a pé e de metrô e conheça vários lugares sem se estressar. Táxis são horríveis para pararem no período das 9 às 12 e das 17 às 19h, este último sem dúvida o pior período. Não perca seu tempo! Compre seu Metrocard (já falei dele em outro post) e aproveite!

Foto: www.nyc.com

Foto: www.nyc.com

Em todo os EUA você pode comprar peças sem experimentar e isso é muito comum para os americanos que vivem numa correria só. Caso não goste do produto é só levar a nota fiscal e pedir seu dinheiro de volta. Burocracia zero!

E só lembrando que tudo parece ouro na Big Apple. Dá vontade de comprar tudo! Rsrsr! Mas atenção, o preço final de cada produto que você adquire não é o mesmo da etiqueta e sim o valor com acréscimo de 8,87 % da taxa. Somando o valor da etiqueta ao valor taxa dá o montante final a pagar.

Mais uma vez, vou lembrar a todos os brasileiros: Os americanos recebem “tips”, as famosas gorjetas, para quase tudo. Isso é cultual e dar a gorjeta significa dizer que você gostou do serviço. Então, no táxi devemos pagar o valor final da corrida e acrescentar mais 15%, em média, para o taxista. Já nos hotéis a cada volume levado pelo carregador é sugerido um dólar de gorjeta. Se ele carregar 5 malas, serão 5 dólares de gorjeta.

Nos restaurantes não é diferente, você deixa de 15 a 20% além do valor da conta. 15% para o caso de você não ter gostado muito do serviço e 20% para um atendimento excepcional. O valor da gorjeta não vem especificado na conta, como acontece com o nossos 10% aqui no Brasil. Você é o responsável por acrescentar o valor. Caso você pague com cartão de crédito, há um campo escrito “TIP” que você especifica o valor ali mesmo na hora, junto ao valor final da conta. Uma vez fomos pessimamente atendidos num restaurante e o meu marido se negou a dar gorjeta. Isso para eles é uma ofensa. A cara de poucos amigos do garçon na saída é qualquer coisa que lembra um filme de terror, sei lá, um serial killer… Kkkkkkk!!! Mas, não os levem a mal. Como eu disse, isso é uma questão de cultura.

Espero que tenham gostado do post! Eu amei!

Beijo e até o próximo.

Seja o primeiro a comentar.

Deixe uma resposta

Back to top