O que fazer em situações inconvenientes?

Vários inconvenientes acontecem em nossas viagens e muitos deles são contornáveis. Pense no você faria na situação abaixo.

Quem nunca pegou um voo com uma criança chutando o seu assento por trás e os pais não estavam nem aí para o fato? O que você faria? E quando um adulto se mexe sem parar e esbarra no assento o tempo todo. Você falaria com ele?

*Minha opinião: Eu olho umas duas ou três vezes, com uma cara de poucos amigos, antes de chamar a atenção, com um olhar cortante mesmo. Uma vez eu fiz um voo longo e tive que “avisar” aos pais que fingiam não ver o pobrezinho me chutar sem parar. Acho que bom senso serve para todos e não custa pedir com educação. Afinal, todos temos o direito de viajar tranquilos, atá porque pagamos o mesmo valor de passagem que os demais, dentro de uma mesma classe.

*Eu também queria sugerir um aumento de espaço entre os assentos, mas como sei que isso não vai acontecer, fico com o meu olhar cortante mesmo. Rsrsrs!

 

 

Seja o primeiro a comentar.

Deixe uma resposta

Back to top