Torradas de passas e castanhas de cajú | Blog da Anette

Torradas de passas e castanhas de cajú

DSCN5941

Tomar chá tem um Q de sofisticação. A culpa é dos ingleses que introduziram o consumo do chá no mundo ocidental e estabeleceram um verdadeiro protocolo que inclui a temperatura da água, a procedência do chá e até mesmo a circunferência da borda da xícara. Os ingleses que não abrem mão de uma xícara de chá. A tradição tem hora marcada: quando os ponteiros do Big Ben marcam 17h é hora de experimentar a bebida mais consumida no mundo, depois da água, claro!!!!.

Mais de 90% de todo o chá vendido no Ocidente é o chá preto. Todas as quatro variedades de chá (preto, verde, oolong, branco) são feitos de folhas da planta Camellia sinensis, o chá preto, geralmente tem mais sabor e cafeína do que os outros. Porque o chá preto mantém o seu sabor durante vários anos, ele tem sido um artigo de comércio e tijolos de chá preto, ainda serviu como uma forma de moeda em partes da Ásia no século 19.

O chá preto é abundante em antioxidantes, capazes de melhorar a vasodilatação coronária, diminuindo o risco de doença cardíaca e a formação de coágulos. Os santos polifenóis presentes no chá ajudam na prevenção da formação de potenciais agentes cancerígenos no corpo, especialmente em certos tipos de câncer, como de ovário, pulmão, próstata, colo-retal e de bexiga.

Vamos combinar? Ninguém lembra de tantos benefícios quando sorve (palavra utilizada somente pelo meu tio Bento) uma xícara de chá, no meu caso uma caneca de chá.  A bebida quentinha traz uma sensação de conforto e de aconchego. A caneca concentra o calorzinho e prolonga o prazer. Torradinhas, biscoitos e mini sanduíches são os acompanhamentos tradicionais do chá. Claro que sempre dá para inovar e soltar a imaginação. Aproveitei as sobras do pão de passas com castanhas de caju, cortei fatias bem finas e deixei em forno baixo, preaquecido a 180º, por 10 minutos. Tempo suficiente para fabricar umas torradas bem crocantes.

Pão de passas e castanhas de cajú

 Ingredientes

400g de farinha de trigo refinada
½ colher de chá de sal
½ xícara de açúcar
Raspas da casca de ½ limão siciliano
1tablete de fermento biológico
100 g de passas
100g de castanhas de caju torradas, grosseiramente picadas
250 ml de água morna

Prepare assim: Misture a farinha de trigo com o sal, as raspas de limão e o fermento. Acrescente as passas e as castanhas de caju. Acrescente a água e misture com as mãos até obter uma massa de textura macia. Transfira a massa para uma superfície de trabalho ligeiramente enfarinhada e sove-a por cerca de 10 minutos. Ponha a massa numa tigela grande untada, cubra-a com um pano de prato úmido e deixe fermentar num local aquecido por 1½ a 2 horas, até ter dobrado de volume. Abaixe a massa com as mãos, fazendo-a voltar a seu volume original. Sove delicadamente a massa, formando uma bola, e coloque-a num tabuleiro untado. Cubra com um pano de prato úmido e deixe fermentar num local aquecido por 1 hora. Preaqueça o forno a 200ºC e leve para assar por 30 a 40 minutos ou até estar dourado e produzir um som oco quando você bater na sua base. Deixe esfriar para servir. Se sobrar, a conselho fazer as torradas.

Ajudinha:

http://www.saudedica.com.br/os-9-beneficios-do-cha-preto-saude/

Tags: , , ,

Nenhum comentário :(.

Deixe uma resposta