saudável | Blog da Anette

Tag Archives: saudável

Talharim integral com camarões

talhaarim integral tia mona 010

Um bom prato de macarrão tem o poder mágico de me deixar feliz da vida. Tem a tradição familiar, meus antepassados eram italianos, meu fazia macarrão caseiro e por último, o que não significa ser menos importante: é fácil preparar macarrão. Panelão com água fervente, um fio de azeite, um tantinho de sal. Para finalizar: basta um molho gostoso, ervas frescas, mais azeite e queijo ralado. Continue a ler →

Polenta com ensopadinho de músculo e cogumelos

polenta com músculo 008

Meus antepassados italianos viajaram no vapor Izabella que saiu da Itália no dia 25 de agosto e chegado no dia 27 de setembro de 1877. De Vitória, seguiram para Santa Cruz, e completaram o trajeto até Córrego Fundo em canoas.

A família do meu pai se fixou em Sauassú, atual Aracruz. Meu avô trabalhava na usina do IBC em Córrego Fundo e por muito pouco eu não nasci lá.

Meu pai e minha mãe moravam em Vitória e resolveram passar o dia dos pais junto com meu avô. Ai, eu resolvi nascer. Nasci no dia dos pais. Não tinha ambulância, não. Viemos de caminhão até Vitória. Dr. Xavier Calfa veio junto e felizmente tudo deu certo. Estou aqui…

Quando papai viajava, mamãe e eu ficávamos em Córrego Fundo. Eu era bebê, não lembro de nada, mas papai contava que meu avó, João Adrianao, gostava de me colocar sentada em cima da mesa com um montinho de fubá bem perto. Eu espalhava com as minhas mãozinhas e ele ficava dando gargalhadas. Acho que assim que eu virei uma polenteira de carteirinha.

A polenta é uma comida simples, rústica, mas ganha espaço no mundo gourmet com a adição de ingredientes refinados: lascas de trufas brancas ou negras, cogumelos, pecorino ou carnes exóticas.

Para fazer uma bela polenta é necessário um fubá de ótima qualidade. De preferência moído em moinho de pedra. Bem amarelinho. A polenta pede um acompanhamento, um caldinho encorpado. Uma boa opção que não descaracteriza o prato é um ensopadinho de músculo bovino com cogumelos frescos.
Quer experimentar?

A polenta eu já ensinei em outro post. Para o ensopadinho de músculo você precisa de:

600g de músculo bovino cortado em cubos
2 cebolas raladas
6 dentes de alho amassados
1 folha de louro
Um pouquinho de colorau
Azeite
300g de cogumelos frescos – usei cogumelo ostra marrom, que cultivei no kit da Cogoo. Prometo contar tudo em outro post. Agora é só uma degustação! rsrsrsrs.

Paciência. O músculo é muito duro e requer um bom tempo cozinhando. Evito de usar a panela de pressão. Prefiro cozinha em fogo baixo. O caldo fica mais encorpado e saboroso.

Prepare assim: Aqueça o azeite. Refogue a cebola e o alho. Junte o colorau, a folha de louro e a carne e deixe dourar. Acrescente água aos poucos para cozinhar e fazer o caldinho que eu gosto tanto. Atenção! Pode levar umas 2 horas, ok? Ao final do cozimento junte os cogumelos. Deligue o fogo e deixe tampado por 5 minutos. Sirva com polenta

Ajudinha:
Kit Coggo – www.cogubras.com.br

Café da manhã inspirador

pascoa 105

O café da manhã é a minha refeição favorita. Adoro o cheiro de café invadindo o meu quarto, do pão esquentando no forninho, o barulho suave da porta do guarda louça anunciando que amanheceu e esta na hora de pular da cama.

Reconheco que sou uma privilegiada. Quando levanto o meu café esta prontinho sobre a mesa. Mingau de aveia, salada de frutas, banana da terra ou batata doce cozida, bolo de cenoura, ovinho mexido e outras tantas delicinhas. Caprichos da minha mãe que matam meu irmão de ciúmes.

Acordo faminta e cumpro o ritual de tomar um copo de água ainda em jejum. Acredito que contribui positivamente para o funcionamento do corpo, ilumina a pele e me deixa mais disposta.

Hoje, a surpresa foi a tacinha com granola, iogurte grego e morangos picadinhos. Absolutamente inspirador.

Tapioca com açaí

tapioca com açai 008

Uma coisa é certa, a simplicidade, a praticidade e o sabor da tapioca são fatores determinantes para você se aventurar na cozinha e preparar uma alimentação saudável e deliciosa.

A tapioca é uma expressão genuína da comida brasileira. Originária do Nordeste do país tem de origem indígena. A tapioca é feita com o polvilho ou fécula extraída da mandioca. Quando a fécula é espalhada sobre uma chapa ou frigideira quente ela fica toda grudadinha, ou coagulada com preferem os gastronômos. A partir daí ela adquire uma consistência seca, quebradiça ao mais leve toque.

Mais rápido do que preparar um macarrão instântaneo (sic). Vale a pena peneirar a fécula antes de preparar a tapioca para evitar que forme bolinhas. A frigideira não pode ser quente demais, senão as bordinhas ficam torradas e o meio fica parecido com jujuba (borrachento).

O recheio tradicional é feito com coco e queijo coalho. Confesso que já comi tapioca de tudo que é jeito. O sabor neutro aceita diversas combinações: banana, açúcar e canela, com carne moída, com doce de leite, creme de camarão. Minhoca. Não. Nada de minhocas, é só uma brincadeira com a Lara, minha priminha querida que vive reclamando que ainda não falei sobre ela no Blog. Pronto, Lara , falei. Feliz, agora?

Há bem pouco tempo a tapioca deixou de ser preparada nas casas de farinhas das comunidades rurais e ganhou lugar cativo nas cozinhas dos atletas, dos loucos por dietas e dos portadores de intolerância ao glúten. Isso, mesmo, a tapioca não contém glúten.

Duas colheres de sopa de fécula (30g, o suficiente para fazer uma porção) possuem 70 calorias, a metade de um pãozinho (que tem cerca de 135 calorias). Nada mal, hein? Saciedade garantida sem brigar com os ponteiros da balança. Claro que não dá para exagerar na espessura da tapioca e escolher recheios hiper calóricos.

Se voce pratica atividade física regularmente pode incrementar a sua tapioca com açai, frutinha que dispensa apresentação. Voce pode utilizar a polpa de açai ou o Açai Mix da Bazzar que ainda tem banana e guaraná. A calda é cremosa e com pouco açúcar. Fica uma delícia.

Tapioca

Ingredientes

Polvilho, ou fécula ou goma para tapioca – cada um chama de um jeito. Eu costumo comprar na baraca da tapioca da feirinha orgânica da Praça do Papa ( acontece na quarta-feira ), o quilo custa R4 8,00 e rende um quitungo inteiro.

Prepare assim: Aqueça a frigideira, espalhe a goma e deixe assar. Se preferir, vire coma ajuda de uma espátula para assr dos dois lados. Coloque o recheio e dobre ao meio. Coma quentinha.

tapioca com açai 007

Ajudinha:

Superfood