manteiga | Blog da Anette

Tag Archives: manteiga

Biscotti de fubá com geleia de physalis

DSCN5845

O biscoito surgiu por acaso. Uma dona de casa ou cozinheiro afoito deixou cair um pouco de massa de bolo no fundo do forno. Baseado no princípio que na cozinha e na vida nada se perde e tudo se transforma, o que era para ser bolo virou biscoito. O último com uma vantagem adicional. A massa torradinha e desidratada não dava bolor e nem ficava mofada. Imagina que sucesso em uma época que não existia conservantes, acidulantes e outros antes. Continue a ler →

Na cozinha com Agatha Christie

806_aprendiz1

Agatha Christie, a rainha do crime – e do fogão

“ Quando comecei a ler os livros da escritora inglesa Agatha Christie, carregados de suspense e morte, criei uma imagem da autora. Imaginava uma mulher introspectiva, séria, que bebericava uísque enquanto bolava histórias sombrias. A imagem acima mostra quanto eu estava errada. No retrato de 1950, tirado em sua casa, Agatha parece apenas uma simpática senhorinha fazendo bolo para os netos.

Continue a ler →

Pão de minuto

pão de minuto 1 008
A preguiça escolheu o domingo para me acompanhar. O sol surgiu lindo, mas o ventinho gelado foi convite para ficar mais tempo na cama. Espantou de vez a programação de caminhar no parque, que foi rapidamente substituída por uma manta quentinha e um filme de 1900 e antigamente para rever e sonhar. Cadê coragem para sair da cama? Continue a ler →

Queijadinha – sabor da infância

queijadinhas

Quando os portugueses aportaram suas caravelas na Terra de Vera Cruz descobriam que os habitantes não conheciam o açúcar. Os indígenas ficaram absolutamente apaixonados pelo pó doce, que desmanchava na boca. Tão apaixonados que rapidinho, aprenderam a trocar o açúcar pelas frutas consideradas exóticas pelos portugueses. Goiabas, jacas, mamões, cocos, bananas, maracujás e jabuticabas deixavam os patrícios enlouquecidos pelo sabor diferente. Continue a ler →

Baccalà con polenta

polenta com bacala 2 009

Polenta. Uma palavrinha capaz de mudar o meu humor e fazer meus olhinhos brilharem. Sou uma polenteira assumida. Até plagiei a Sofia Loren que atribui sua beleza e boa forma ao consumo de spaghetti.  Devo tudo à polenta – beleza e boa forma. Tá bom, não tão boa forma. Vou apelar um pouquinho. Tenho ombros largos e biotipo italiano, fica difícil ser magrinha. Assumidamente feliz do jeitinho que sou. E sempre comendo polenta. Continue a ler →