manjericão | Blog da Anette

Tag Archives: manjericão

M.Gerais e Lofra – parceria de sucesso

Scalloppine Caprese com mousseline de batata ao alho assado e salvia

Mais uma vez a M.Gerais abrilhantou as noites capixabas com um delicioso jantar gourmet realizado sob o comando do Chef Juarez. O prato principal foi Scalloppine Caprese com mousseline de Batata ao alho assado e sálvia e a sobremesa foi uma panna cotta com calda de chocolate e cointreau, meu doce italiano. Amilton Matos, representanta da Lofra, parceira da M. gerais na realização do evento conferiu e aprovou. Continue a ler →

Quiche Margherita

quiche margherite 3 003

Se existe uma coisa que me irrita profundamente é quando alguém abre a boca para profetizar:
– Quiche,!???!!! É uma empada sem tampa!!!

 Pronto, compro a briga de cara.

 Vamos lá, empada é empada e quiche é quiche. A massa é diferente, o recheio é diferente, o sabor é diferente.

 O Brasil nem havia sido descoberto e os alemães do reino medieval de Lothringen,  já saboreavam a “ kuchen,”, que em alemão quer dizer torta. A “ kuchen “ era feita com massa de pão, bacon e creme de leite.  Depois de vária guerras a região de Lothrinen foi anexada à França. E como os franceses adoram  fazer biquinho para falar a “ kunchen “ virou quiche e  sinônimo de prato chique. Belo trocadilho gastronômico!! Continue a ler →

Gnocchi di patate con pesto

gnocchi  com pesto 018

Dia 29, e ainda por cima – uma sexta-feira. Não dá outra! Tem gnocchi na minha casa. Mais do que uma tradição é uma divertida maneira de reunir amigos, sobrinhos, cunhada e irmão para comer o gnocchi preparado por   D. Mariazinha, minha mãe.

No caderno de receitas com a caligrafia da minha mãe mocinha esta escrito nhoque – uma tradução onomatopaica da delícia italiana que ganhou apaixonados no mundo todo.  Há muito tempo ela não consulta o caderno. A receita flui com a segurança de quem já repetiu tantas e tantas vezes, que uma folha de caderno não pode conter a quantidade exata de batatas cozidas, o ovo na temperatura ambiente,  a poeira leve da farinha de trigo , dando o ponto certo de  enrolar a massa e cortar os “ travesseirinhos “ como ela prefere chamar. O gnocchi vai da bancada para água fervente. Mergulham fundo e quando retornam à borda da panela estão cozidos, prontos para outro mergulho – agora no molho de tomates.

Para variar um pouco decidimos fazer um molho pesto. Manjericão fresco,  colhido no jardim, alho amassado, azeite e pinole. Continue a ler →

Capelli d’ angelo

capellini com carne assada 018

Originário da região centro-norte da Itália, o Capelli d’ Angelo tem um nome que sugere de imediato cabelo fino, quase infantil.  A massa é conhecida também como capellini , devido à sua forma delicada e elegante. Fica deliciosa com condimentos leves, que não sobrecarregue a massa. Um molho muito simples elaborado à base de tomate fresco, azeite e manjericão é perfeito. Para um prato mais caprichado aposte na combinação com mariscos.  Mas hoje o capelli d’Angelo é acompanhado por carne assada, bem ao gosto brasileiro. Uma delícia para guardar na memória.

A grande vantagem do Capelli d’ Angelo é que ele cozinha em 3 minutos. Esta é sempre a minha grande dúvida. Se demora tão pouco e fica tão bom. Por que será que algumas pessoas insistem em comer macarrão prensado, espiralado e com gosto de papel? Sinceramente, não dá entender. Não custa nadinha colocar mais água na panela, um bocadinho de sal, um fio de azeite. Tampar a panela para ferver depressa e assim que ferver adicionar a massa. Não há mistério. Só encanto. Escorra a massa e passe na manteiga. Simplicidade máxima. Especialmente indicado para quem tem pouco ou nenhum tempo para cozinhar, mas que deseja ardentemente abandonar o hábito de comer o inominável macarrão com tempero à base de glutamato monossódico!!! Continue a ler →