Mamoul – delícia libanesa ao alcance da boca | Blog da Anette

Mamoul – delícia libanesa ao alcance da boca

DSCN6281

Os doces mediterrâneos – ou sírios, como são mais conhecidos no Brasil – representam uma ‘coleção’ composta por mais de 40 tipos de doces folhados, biscoitos e bolos, bastante populares na região do Mediterrâneo e do Oriente Médio.  Também chamados de ‘doces árabes’ e existem diversas versões das preparações de acordo com o país onde são originários.

O Líbano, por exemplo, é um dos países do Oriente Médio que mais contribuíram para a evolução deste tipo de doce. De fato, muitos dos doces árabes são de origem libanesa e foram difundidos pelo mundo através da imigração.

No Brasil, a imigração árabe teve início no final século 19, tornando-se bem mais frequente durante o século 20. Atualmente, cerca de 15 milhões de brasileiros possuem ascendência árabe, sendo que a maioria é de origem libanesa (aproximadamente 10 milhões). O restante é predominantemente de origem síria, mas há também muitos descendentes de egípcios, marroquinos, jordanianos e iraquianos.  Na maior parte do Oriente Médio, esses doces são oferecidos como sobremesa. O Mamoul, por ser um biscoito e mais leve dos que os outros doces, é servido com frequência como acompanhamento para o café ou chá.

DSCN6289

Semolina italiana – farinha bem fininha perfeita para fazer o mamoul de nozes

Mamoul de nozes

Ingredientes 

Massa:
350 g de semolina
40 g de farinha de trigo
40 g de açúcar (pode usar o tipo que preferir: refinado, mascavo ou demerara – desde que passado no processador para afinar)
¼ colher de chá de fermento em pó
150 g de manteiga sem sal, em temperatura ambiente
2 ½ a 3 colheres de sopa de água de flor de laranjeira
2 ½ a 3 colheres de sopa de água de rosas

Recheio:
175 g de nozes picadas (moagem média-fina)
50 g de açúcar (pode usar o tipo que preferir: refinado, mascavo ou demerara – desde que passado no processador para afinar)
½ colher de chá de canela em pó
½ colher de sopa de água de rosas
½ colher de sopa de água de flor de laranjeira

Prepare assim:

Massa: Em uma travessa, misture a semolina, a farinha de trigo, o açúcar e o fermento em pó. Acrescente a manteiga e, usando apenas a ponta dos dedos, vá mexendo a massa até que esteja bem homogênea. Por fim, acrescente a água de rosas e a água de flor de laranjeira e sove até que a massa fique macia e elástica. Envolva a massa em plástico transparente e deixe descansar sob refrigeração por pelo menos 1h e meia.

Recheio: Em uma travessa, misture todos os ingredientes muito bem e reserve.

Pré-aqueça o forno a 200ºC. Unte sua mão com um pouco de óleo. Separe pequenas porções da massa e enrole com o tamanho aproximado de uma noz. Na palma da sua mão, abra com o dedo um pequeno buraco na bolinha – cuidado para não furar o outro lado da massa ou deixá-la muito fina. Ela deve ficar com mais ou menos 5mm de espessura. Recheie 1 colher de sopa do recheio de nozes e, com cuidado, feche a massa. Durante esse processo, vá moldando a porção no formato de uma bolinha – é mais ou menos como fazer um brigadeiro ou docinho recheado. Se tiver molde para mamoul, unte-o levemente com óleo. Coloque a bolinha no molde e pressione levemente, apenas o suficiente para os sulcos serem desenhados na massa. Inverta o molde sobre uma mesa (o lado onde fica a massa virado para baixo) e bata levemente até que a massa se solte — OBS.: Caso você não tenha um molde como esse, não tem problema. Use os dentes de um garfo para decorar as bolinhas de massa já enroladas. Faça isso com todas as porções e, conforme elas forem ficando prontas, coloque-as sobre uma assadeira forrada com papel manteiga. Leve para assar por cerca de 12-15 minutos, ou até que os biscoitos estejam assados – mas ainda branquinhos. Retire do forno, deixe descansar por alguns minutos e polvilhe com açúcar de confeiteiro.

Se você não estiver disposto a ter esse trabalhão todo, sugiro dar uma passadinha no Empório Árabe, pertinho do acesso para a terceira ponte e comprar o legítimo mamoul de nozes. Aproveite para tomar o café da casa, preparado da forma tradicional, que vem num potinho lindo e misturado com pó. Depois tente ler a borra e fazer previsões.

Maamoul mold

Molde para fazer Mamoul

Ajudinha:

http://paposheik.blogspot.com.br/2012/01/receita-mamoul-de-nozes.html

Tags: , , , ,

Nenhum comentário :(.

Deixe uma resposta