Doce de goiaba | Blog da Anette

Doce de goiaba

mousse de maracuja, capeletti 047

Para comemorar o fim do famigerado horário de verão – doce de goiaba orgânica.

Este ano as goiabas do meu jardim não ficaram muito grandes, não sei se faltou chuva, se foi por causa do calor sahaariano, mas em compensação colhi uma infinidade de frutas menores. Sem nenhum exagero, alguns galhos ficaram curvados com o peso de 10, 12 goiabas. Um espetáculo da natureza.

Disputei as maiores com os passarinhos que logo de manhazinha papavam as minhas goiabas. Uma noite, já estava deitava e lembrei ter visto umas goiabas graúdas, no ponto de colher, não hesitei. Peguei a lanterna e fui para o jardim, defender a minha parte. O cheiro intenso provocou a gula noturna, lavei na mangueira do jardim e comi a maior. Uma polpa brilhante, com poucas sementes e nenhuma fonte de proteínas, digo: bicho de goiaba. Guardei mais duas para o café da manhã, estavam igualmente saborosas.

Nas mãos habilidosas da minha abelhinha particular as goiabas ganharam uma calda de açúcar, cravo, canela e depois de horas cozinhando em fogo baixo se transformaram em um doce caseiro, que merece a aprovação da rainha da Inglaterra.

Seguindo a tradição o doce de goiaba deve ser servido com queijo, Minas de preferência, mas optei pela minha nova mania – queijinho fundido Prèsident. Uma delícia cremosa.

Pode ficar com água na boca, pois a receita não vai rolar. As receitas de D.Mariazinha são assim: não tem receita – é um pouco de açúcar, um tanto de água e muita paciência. Simples assim, como a vida deveria ser.
mousse de maracuja, capeletti 053

Tags: , , , , , , ,

Nenhum comentário :(.

Deixe uma resposta