pães e biscoitos | Blog da Anette

Archive | pães e biscoitos

RSS feed for this section

Panetone

panetone 009

Passamos o ano inteirinho fazendo dieta e regime. Fazemos o maior esforço  para que as refeições saudáveis predominem sobre as nossas eventuais recaídas. Então não se estresse: pedaços de panetone  não vão estragar o nosso projeto “ corpão perfeito para o verão”.  O organismo sabe compensar os descuidos ocasionais quando o cotidiano é mantido com alimentação balanceada. Por isso mesmo, não seja rigoroso demais com você diante de um belo e perfumado panetone. Nem se assuste com a palavra pedaços ao invés de fatias, afinal é impossível fatiar um panetone. A massa macia é um convite para comer com as mãos. Tenho certeza que D. Hilda Cabas, nossa querida cerimonialista , reprovaria tamanha falta de compostura. Mas, fazer o quê? É Natal!!! Continue a ler →

Biscoitos de Natal

biscoito 2 009

Lembra daquele tempo em que a gente relutava para ir dormir esperando Papai Noel chegar ? O olho piscava cada vez mais devagar, a gente cochilava e nada do bom velhinho aparecer. Quem recorda ?  No dia seguinte, os presentes estavam lá, embaixo da árvore iluminada.

Viramos adultos, veio a Internet, nem perguntamos mais às nossas crianças se acreditam em Papai Noel ou se já nascem sabendo que tudo é uma grande e deliciosa fantasia. Ou será que não é ? A verdade é que o Natal continua fascinando as nossas pequenas criaturas e mexendo com todos nós. Enchendo nossos olhos de brilho e ativando os nossos desejos de felicidade e aconchego familiar.  Tá bom eu confesso: acredito ,sim,  em Papai Noel e  adoro acreditar que é ele que traz presentes e alegrias. Continue a ler →

Sanduíche com pão de ervas

sanduiche natal 003

O fim de semana foi cheio de emoções. Aproveitei para armar a arvore de natal. Depois de uma rápida e empoeirada incursão pela despensa, começamos a doce tarefa de enfeitar a árvore, montar o presépio, pendurar as guirlandas e espalhar os bonecos de neve pela casa. Imagina, bonecos de neve com este calorão!!!

Acreditem a árvore da minha casa deve ter pelo menos uns 20 anos ou mais. Meu pai comprou na Mesbla. Foi da primeira leva de produtos Made in China que aportou por aqui. Sempre bem embalada por D. Mariazinha, permanece novinha em folha.

Antes de optar arvore artificial,  meu pai, com a ajuda do fiel escudeiro: Itamar, se encarapitava no último degrau de uma escada  e cortava a ponta do  pinheiro que existia no jardim. Depois vinha a trabalheira: fincar o tronco num jarro, achar o prumo, a árvore sempre ficava torta, dar fim aos milhares de percevejos verdes e fedorentos  e às formigas de todos os tamanhos e cores, que vinham junto com o pinheiro, colocar os enfeites e as lampadinhas. Era lindo!!!

Depois , vencido pela idade , optou pela árvore artificial. Igualmente linda , mas que não dava tanto trabalho. Doces recordações de natais inesquecíveis.

Foi um domingo de muita atividade: abrir caixas, arrumar laços e pendurar enfeites, faltou tempo para enfrentar a cozinha – a solução veio no trenó de Papai Noel – sanduíche de pão de ervas, lombinho canadense, queijo prato, pastinha de ricota temperada com alho e alface. Segredinho: o pão de ervas veio do forno da Tia Marilda, mas receita abaixo é prática e o pão fica delicioso.

Pão de ervas

 Ingredientes

2 ovos

350 de leite morno

1  tablete de fermento para pão

2 colheres de sopa de açúcar

1 colher de sobremesa rasa de sal

1/2 kg de farinha de trigo ( aproximadamente )

3 colheres de sopa de azeite

1 colher de sopa de queijo ralado – Minas curado ou parmesão

2 colheres de sopa de mix de ervas secas  (alecrim, orégano, salsa, sálvia, manjericão ou outras de sua preferência)

Prepare assim

No liquidificador, bata  os ovos, o leite morno, o fermento, o açúcar, o sal e o azeite até misturar bem. Transfira para uma tigela, acrescente o queijo ralado, as ervas e a farinha de trigo aos poucos. A massa fica  meio molenga. Despeje a massa em formas de bolo inglês, untadas com azeite e polvilhadas com farinha de trigo. A quantidade de massa não deverá passar da metade da fôrma. Deixa crescer até dobrar o volume (35 minutos) e leve para assar em forno pré-aquecido a 150º graus, por aproximadamente 40 minutos e ficar bem dourado.

Dica: Retire do forno e pincele levemente com manteiga ou cobra com pano levemente umedecido em água para evitar que se forme uma casquinha dura.

Depois é só montar o sanduíche  ao  som de Feliz Navidad.

Cookies de chocolate e Nutella

cookies de nutella 014

Cookies de chocolate e Nutella

Como não se apaixonar por cookies? Só de olhar a gente fica com  vontade de comer . Ainda tem  a textura, o sabor, os pedacinhos de chocolate, as passas. Hummm !!!

A palavra cookie vem do alemão, koekje, que significa “pequeno bolo”. Ganhou esse nome porque, “ nos antigamentes “, os cookies eram  feitos a partir da massa de um bolo e usados para testar a temperatura do forno antes de colocar o bolo inteiro para assar, minimizando os erros e evitando desperdício.

Os cookies percorreram um logo caminho até chegar aos Estados Unidos e se transformaram em mania nacional. Os americanos consomem mais de dois bilhões de cookies por ano, o que representa quase 300 cookies para cada cidadão.  Foi uma americana – Ruth Wakefield  , quem teve a ideia de acrescentar pedaços de chocolate à massa de seus cookies. Ela ganhou uma barra de chocolate meio amargo e achou que ao assar ele iria derreter. Ledo engano.  Após assada a massa, o chocolate manteve seu formato, mas ganhou uma textura cremosa e delicada, fazendo sucesso até hoje. Continue a ler →

Pão caseiro

pão 01.10 023

É difícil resistir aos encantos de um pão caseiro. Um cheirinho, uma textura, um sabor, um carinho. Um verdadeiro luxo nos nossos dias hiper, mega atribulados.

Fazer pão em casa parece coisa do século passado. Uma trabalheira. Bate a massa, espera o fermento ativar. Bate de novo. Espera de novo. Leva para o forno. Consulta avó, tia e ninguém quer revelar o segredo do pão fofinho que desmancha na boca. Nem pense em desistir. Afinal, você também é brasileiro!!!

Continue a ler →