Broa de milho com melado | Blog da Anette

Broa de milho com melado

broa de melado de Irupi 016

Será que existe um lugar para ouvir o silêncio? Existe sim, e é bem pertinho de Vitória. Estou falando de Irupi, município situado nas montanhas do Caparaó.

A história conta que Irupi surgiu a partir da fazenda da Cachoeirinha, de propriedade do Sr. Hidário Tomaz. Com o transito de pedestres, tropas e carros de boi na segunda metade do século 18 o lugar foi transformando-se em um pequeno arraial, com cemitério, capela dedicada a São João Batista e pequenos entre-postos comerciais, até que desapareceu o seu primeiro nome e ficou conhecida como a Cachoeirinha do Rio Pardo, que mais tarde foi substituído pelo topônimo Irupi, de origem indígena que tem os seguintes significados: amigo belo e águas tranqüilas pequenas.

Os mais antigos contam que os indígenas que habitavam a região costumavam convidar os forasteiros para ouvir o silêncio, que só era interrompido pelo cantar dos passarinhos e pelo barulho das cachoeiras e da água correndo entre as pedras.

Passei alguns dias em Irupi desenvolvendo um trabalho de capacitação para mulheres da zona rural. O projeto contou com o apoio da Prefeitura, da Secretaria de Ação Social, do CRAS e da empresa Tomaz Café.

O nosso principal objetivo foi proporcionar novas formas de geração de trabalho e renda para as mulheres que ficam sem ocupação quando acaba o período de colheita de café.

Produzimos um livro com receitas diferentes utilizando o café com ingrediente principal. Fiquei impressionada com participação das alunas, O curso foi intensivo, com 8h de aula todos os dias, folga, mesmo só para o almoço. O resultado foi excelente. As alunas se identificaram com as receitas e tiveram a oportunidade de manipular os ingredientes, preparar e degustar os pratos.

Fazia um bom tempo que não tinha a oportunidade de passar dias tão agradáveis na companhia de pessoas tão motivadas e carinhosas. Comi comida caseira feita no fogão à lenha, provei os biscoitos da Alexandra e tomei muito café, sempre da melhor qualidade. Babei pela broa de milho com melado feita pela Zilma que foi servida durante os quatro dias da II Festa do Café.

Gostei tanto da broa que encomendei uma para trazer para Vitória e compartilhar o prazer com a minha família. A broa quentinha chegou à pousada onde estava hospedada na sexta feira e eu dormi embalada pelo silêncio de Irupi e com aquele cheirinho adocicado que inundou o meu quarto.

Aproveito para agradecer a acolhida, prometo voltar brevemente e contar outras estórias de Irupi. Vou ficar devendo a receita. É um segredo guardado a sete mil chaves pela Zilma, mas aceite a sugestão de ir a Irupi, tomar um excelente café e conhecer a broa de milho com melado.

Tags: , , , , , , , , , ,

Nenhum comentário :(.

Deixe uma resposta