Bolinho de mel | Blog da Anette

Bolinho de mel

DSCN3964

 Se alguém me perguntar  qual alimento eu considero superpoderoso. A resposta esta na ponta da língua : mel.  Um alimento que acompanha a humanidade desde sempre. É o único alimento doce que também agrega naturalmente minerais essenciais  como cálcio, cobre, ferro, magnésio, fósforo, potássio, além de aminoácidos e vitaminas C, D e E e vitaminas do complexo B). O mel possui ainda um teor considerável de antioxidantes, que ajudam na prevenção do envelhecimento. Entendeu agora o adjetivo superpoderoso?

Gosto da textura, da cor e principalmente do cheiro do mel. Banana amassadinha com mel é a primeira experiência gastronômica dos bebês. Vale lembrar que o mel só deve ser oferecido aos bebês após os 12 meses de idade, para evitar probleminhas de alergia.

Outras misturas são bem vindas, mel com queijo, com iogurte, com sorvete. Hum!!

Acredito nos poderes milagrosos do mel para fazer uma mascara rejuvenescedora. É só passar na pele do rosto, deixar agir por alguns minutos e lavar com água fria. O mesmo vale para os cabelos, finalizando com condidionador. Uma colherada de mel logo pela manhã,garante energia e disposição o dia inteiro.

Infelizmente, cada dia fica mais difícil encontrar mel de boa qualidade. A maioria é falsificada e pode comprometer a saúde, méis adulterados podem se passar por mel puro, porque possuem características visuais muito homogêneas e portanto, fáceis de imitar. Quando vistos na prateleira, é muito difícil dizer quais são puros e quais não são.

Dicas para identificar o mel verdadeiro.

Rótulo:

Essa dica parece óbvia, mas saiba que muita gente jamais lê rótulos com calma. Verifique a marca e os ingredientes, para ver se não há algum aditivo. As empresas são obrigadas a listá-los na maioria dos países.

Teste com copo de vidro:

Pegue um copo com água e uma colher de sopa de mel. Pingue o mel na água. Se o mel for impuro, ele vai dissolver dentro d’água – o aditivo mais comum para o mel é o melado de cana de açúcar, que dissolve. Se o mel for puro, ele não vai se separar e vai afundar como uma gota sólida até o fundo do copo.

Teste com fogo:

Pegue um isqueiro e uma vela com pavio de algodão. Mergulhe o pavio no mel e retire um pouco do excesso. Tente acender o pavio. Se queimar, o mel é 100% puro. Se demorar pra queimar, a presença de água não está deixando o pavio acender (se só houver uma fina camada de mel no pavio, ele ainda poderá queimar, emitindo estalos. Neste caso, talvez seja melhor apagar a vela e refazer o teste com mais mel).

Teste da absorção – papel borrão ou pano branco:

Derrame algumas gotas de mel em papel borrão e veja se são absorvidas. Se forem absorvidas, o mel não é puro. Se não tiver papel borrão, derrame um pouco de mel em um pano branco e lave o pano. Se o mel deixar mancha, provavelmente é impuro.

Teste da mistura:

Misture partes iguais de mel e alguma bebida forte. Misture bastante. Se o mel for puro, vai assentar no fundo. Se for impuro, vai ser dissolvido e deixará o líquido turvo.

Agora que já sabemos identificar um bom mel, que tal utilizar para fazer um bolinho bem nutritivo?

Bolinho de mel

Ingredientes

1/2 xícara de água
2 sachês de chá preto
4 ovos
1 xícara de açúcar
1/2 xícara de mel
4 colheres de sopa de margarina
1/2 colher de chá de canela em pó
2 xícaras de chá de farinha de trigo
1 colher de sopa de fermento em pó

1 punhado de nozes bem picadinhas

1 xícara de creme chantilly

Prepare assim:  Ferva a água e prepare o chá com os dois sachês. Deixe esfriar.  Na batedeira, bata os ovos e o açúcar.  Acrescente o mel, a margarina, a canela e, aos poucos, a farinha de trigo alternando com o chá. Continue batendo até obter uma massa cremosa. Coloque a massa em forminhas untadas e enfarinhadas. Asse durante 20 minutos em forno preaquecido a 180º. Desenforme quando esfriar. Passe uma camada de chantilly na lateral dos bolinhos e polvilhe com as nozes picadas.

Ajudinha:

Broche de abelha da minha caixa de tranqueiras

Tags: , , , , , ,

3 Comentários to “Bolinho de mel”

  1. Vale corrigir que o mel só deve ser dado a crianças maiores de 1 ano e o motivo é que ele pode conter bactérias causadoras de botulismo, uma grave intoxicação alimentar.

  2. Hello! kbgbgde interesting kbgbgde site! I’m really like it! Very, very kbgbgde good!

Deixe uma resposta